Hoje: GOMA sedia Série Nacional de Debates “Minha Casa é Sua Casa”

1/31/2009 12:44:00 PM - Victor Maciel

A série de debates “Minha Casa é Sua Casa” é a primeira ação em rede de 2009 da Casas Associadas – Associação Brasileira de Casas de Shows Independentes -, entidade que conecta espaços de todo o Brasil abertos a bandas independentes e cria, a partir daí, um circuito nacional de casas de shows.

“Minha Casa é sua Casa” tem ocorrido de 26 a 31 de janeiro em 11 cidades diferentes, envolvendo agentes dos mais diversos segmentos culturais de cada região brasileira e mapeando as diferentes realidades em que está inserida a música independente do país. Estas trocas de experiências e informações servirão como um catálogo dos perfis distintos de cada cena, orientando o trabalho de bandas, produtores, casas de shows e o interesse do público.

Em Uberlândia, o debate acontece neste sábado, 31 de janeiro, no GOMA Cultura em Movimento, tem como tema "Os Desafios e viabilidade dos espaços culturais e de entretenimento” e é aberto a todos os músicos, produtores, jornalistas e demais interessados em se interar e se envolver no processo de construção da música independente de Uberlândia e do Brasil.

Conheça os debatedores:


CLAUDÃO PILHA (BH)

Claudão Pilha é hoje um dos agentes mais influentes da música independente brasileira. Proprietário d’A Obra Bar Dançante, de Belo Horizonte, uma das principais casas de shows do país e d’OBar, ocupa atualmente a Presidência da Casas Associadas – Associação Brasileira de Casas de Shows Independentes. Como músico, Claudão foi baterista d’Os Meldas na década de 1980 e 1990 e, atualmente, comanda as baquetas do Estrume’n’tal - soft punk intrumental com dois discos lançados na gringa e participações em mais de uma dúzia de coletâneas internacionais -, além de encarnar sua monobanda O Melda.

ADREANA OLIVEIRA (UDI)

Jornalista, roqueira e admiradora da cultura rock, que assimilou para si como estilo de vida.

Atualmente é editora do caderno de Cultura do jornal Correio de Uberlândia, único diário da cidade, onde também é colunista musical. Experiência adquirida na estrada em festivais independentes e mainstream dentro e fora do país. Responsável pela coluna Novo Som, a primeira a dedicar uma página a bandas independentes todos os sábados. Aos poucos o espaço é também intercalado com artistas do mainstream.

Como apresentadora, atua no Canal da Gente com o programa Clip da Gente desde março de 2007.
Na noite, trabalha como produtora e relações públicas da casa de shows London Pub.
Nas horas vagas, ensaia com a girl band Madame Bovari.

LU DE LAURENTIZ (UDI)

Aos 52 anos, Lu de Laurentiz é arquiteto, urbanista, professor universitário (UFU), pós-graduado em Comunicação (UFBA), agitador cultural e por casualidade tornou-se apresentador de TV (Arte na Praça - TV Universitária - e Ladeira Metálica no Café com CulturaCanal da Gente).

Desde que se (re)conhece como gente faz militância cultural. Atuou como Diretor de Culturas da PROEX-UFU (2005-2008). Foi produtor e apresentador de programa de rádio na Universitária FM, o Olhar Radiofônico, entre 1989 e 1996.

Fora isso, mas dentro disso, fez curadorias em exposições de artes visuais; coordenou múltiplas atividades voltadas para a cultura artística e está por aqui pra o que der e vier, como oficial ou como outsider, ama o ofício de atuar com culturas.


Mediação: TALLES LOPES

Secretário Geral da
Abrafin – Associação Brasileira de Festivais Independentes -, Vice-presidente da Casas Associadas – Associação Brasileira de Casas de Shows Independentes - e Coordenador de Planejamento do GOMA Cultura em Movimento.

A OBRA NO GOMA!

À noite, acontece a ponte Uberlândia-BH “A Obra no GOMA”, trazendo, pela primeira vez à cidade, a melhor balada da capital mineira. Discotecam CLAUDÃO PILHA (Surf Music e Rockabilly), d’A Obra/BH e YAN (Anos 80), da Pop!Justice/UDI. Além do show d’O Melda, A Monobanda do Claudão. Quem comparecer ao debate à tarde, ganha 50% de desconto no valor da entrada.


Sobre a CASAS ASSOCIADAS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CASAS DE SHOWS INDEPENDENTES


Durante o mês de outubro de 2007, seis produtores de cidades diferentes do país perceberam uma semelhança entre eles que expandia, ainda mais, o prazer de todos em trabalhar com música. Anderson Foca, de Natal; Claudão Pilha, de Belo Horizonte; Pablo Capilé, de Cuiabá; Rafael Bandeira, de Fortaleza; Robson Timoteo, de São Caetano do Sul e Talles Lopes, de Uberlândia são proprietários de algumas das principais casas de shows independentes do Brasil, e por serem associados à ABRAFIN - Associação Brasileira de Festivais Independentes - mantinham um contato frequente que fez com que surgisse a idéia de se criar, também, uma associação de casas de shows.

Dessa forma, em novembro do mesmo ano, em Goiânia - durante a realização da 13ª edição do Goiânia Noise Festival - surgiu a CASAS ASSOCIADAS, associação formada pelo Centro Cultural DoSol (Natal), Espaço Cultural Cidadão do Mundo (São Caetano do Sul), A Obra Bar Dançante (Belo Horizonte), Casa Fora do Eixo (Cuiabá), Hey Ho Rock Bar (Fortaleza) e GOMA Cultura em Movimento (Uberlândia). Com o passar do tempo, outras casas - como o Tendencies Bar em Palmas e o Dynamite Pub em São Paulo - foram se filiando à associação, e o lançamento oficial da CASAS ocorreu em Belo Horizonte durante a realização da 8ª Edição do Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe, em Março de 2008.

A Associação tem o objetivo de promover a música independente em todo o território nacional através do mapeamento de espaços culturais nas mais diversas localidades do país, o que só contribui para o crescimento da troca de tecnologia entre bandas e produtores. Uma nova reunião ocorreu em Cuiabá durante a realização da 6ª edição do Festival Calango e mais três casas foram filiadas: Macondo Lugar (Santa Maria, RS); Porão do Beco (Porto Alegre, RS); e Boomerangue (Salvador, BA).

0 comentários: