GOMA promove intensa circulação de artistas neste fim de semana

7/02/2009 05:16:00 PM - Victor Maciel

Do manguebeat ao hard rock, casa abrigará shows de 5 bandas, 2 DJs e 1 VJ de 5 estados diferentes, reafirmando a importância do espaço no mapa da música independente brasileira.

Nesta sexta-feira, 3 de julho, o GOMA Cultura em Movimento traz de volta a Uberlândia um legítimo representante de uma das maiores reinvenções da Música Popular Brasileira nas últimas décadas, Mundo Livre S/A, numa noite que contará ainda com show de Dom Capaz, revelação da cena independente local em 2009, além dos sons e projeções de DJ Koyrana e VJ Sal Dias.
CONHEÇA AS BANDAS:

MUNDO LIVRE S/A (PE)
Nascida na cidade de Recife em plena década de 1980, com uma proposta vanguardista e, exatamente por este motivo, dissonante com a cena musical da cidade àquela época, o MUNDO LIVRE S/A se convencia, a cada show com fim caótico e público confuso com aquela confluência de estéticas locais e forasteiras, que eram a banda certa no lugar errado.

O panorama só começou a mudar no início dos anos 1990, quando o vocalista Fred Zero Quatro conheceu Chico Science, Jorge Dü Peixe e outros futuros Nação Zumbi. Forjaram então, a partir do Manifesto Caranguejos com Cérebro, o Manguebeat, o mais importante movimento musical do país em anos. A partir daí, Recife se transformou em “Manguetown” e nunca mais foi a mesma. O grito do Mundo Livre S/A, finalmente, ecoava para além dos mangues de Pernambuco!

Ouça: myspace.com/mundolivresa

Mais sobre o Mundo Livre S/A e o Manguebeat: mundolivresa.com


DOM CAPAZ (MG)
Pouco mais de três anos após sua fundação, o DOM CAPAZ deu as caras em 2009 com sua formação definitiva e o lançamento de seu primeiro EP, “Meio Tanto de Atenção”, pela GOMA Discos, selo de Uberlândia articulado à Fora do Eixo Discos, núcleo de distribuição do Circuito Fora do Eixo, movimento cultural que redefine as rotas da música independente brasileira neste século.

A banda ousa ao temperar com samba, tropicália, bossa nova e diversas outras estéticas da Música Popular Brasileira, seu rock influenciado pelo que de melhor surgiu na música após Thom Yorke e seu Radiohead.

A mistura tem agradado público e crítica não só de sua cidade natal, o que tem levado o Dom Capaz a casas de shows e festivais de diversas cidades de Minas Gerais e do Brasil, começando a escrever as linhas de uma trajetória promissora no cenário da música independente mineira e brasileira.

Ouça: myspace.com/domcapaz

Serviço:
Sexta 03/07 | GOMA APRESENTA:
MUNDO LIVRE S/A (PE)
DOM CAPAZ (MG)
DJ KOYRANA x VJ SAL DIAS
22h
$12 (primeiro lote)
$15 (segundo lote)
$20 (terceiro lote)
ACEITA-SE GOMA CARD


No sábado, 4 de julho, é a vez de mais uma edição da Noite Fora do Eixo, com as bandas Johnny Suxxx 'n' The Fuckin' Boys (GO), Vitrolas Polifônicas (MT) e Killer Klowns (MG), além da discotecagem do DJ Yan (MG). O evento teve sua primeira edição em maio de 2007 e foi retomado neste ano, agora como um projeto nacional do Circuito Fora do Eixo – rede de coletivos culturais espalhados por todas as regiões do país - com a proposta de fazer circular pelo território nacional novos nomes da cena musical independente brasileira.

Em Uberlândia, o GOMA já parte para a 5ª Noite Fora do Eixo, sendo o coletivo com mais edições realizadas do evento. O projeto já trouxe à cidade Mombojó (PE), Canastra (RJ), Ecos Falsos (SP) e Dillo e a Gangue (DF), além de abrir espaço para que artistas locais possam mostrar seus trabalhos, dialogar e trocar experiências com as bandas que vêm de fora. Sendo assim, já assumiram o posto de "anfitriões" da Noite Fora do Eixo, Porcas Borboletas, Ophelia And The Tree, Umnavio e Los Malditos Sudakas.

Conheça o Circuito Fora do Eixo: foradoeixo.org.br
CONHEÇA AS BANDAS DESTE SÁBADO:

JOHNNY SUXXX 'N' THE FUCKIN' BOYS (GO)

Defendendo o lema glitter, glamour trash vagabundo, violência e pretensão, JOHNNY SUXXX 'N' THE FUCKIN' BOYS já realizou apresentações "dignas de palquinho d'A Loca" em alguns dos principais festivais do país, tais como Porão do Rock (DF), Grito Rock América do Sul, Demosul (PR), Calango (MT), Jambolada (MG), Tendencies (TO), Vaca Amarela (GO), Bananada (GO) e Goiânia Noise (GO). Da anarquia sonora dos Stooges ao glam rock debochado, tudo consiste basicamente em uma pilhagem de clichês do rock, riffs manjados e muita cara de pau.

Ouça: myspace.com/johnnysuxxx


VITROLAS POLIFÔNICAS (MT)
VITROLAS POLIFÔNICAS seria mais uma banda qualquer de Cuiabá (MT) se não tivesse levado o samba ao rock e revigorado o blues antes esquecido na cidade. O blues 'n' roll do início de 2007 deu lugar ao samba 'n' roll atual após algumas mudanças na formação, apesar de não esconderem abertura a novas referências. Guitarras distorcidas e um suave vocal feminino já bem conhecidos em festivais como Grito Rock América do Sul, Calango (MT) e Volume (MT) desembarcam em Uberlândia pela primeira vez.

Ouça: myspace.com/vitrolaspolifonicas


KILLER KLOWNS (MG)
Os prodígios do hard rock uberlandense! Com menos de dois anos de existência, KILLER KLOWNS já possuem público cativo na cidade e já circularam por Minas Gerais, interior de São Paulo e Goiás com suas performances que chamam atenção logo pelo visual hard rocker retro. Em seu som, influências que remetem ao hard rock das décadas de 60, 70 e 80.

Ouça: myspace.com/killerfuckinklowns

Serviço:
Sábado 04/07 | NOITE FORA DO EIXO
Shows:
JOHNNY SUXXX ‘N’ THE FUCKIN’ BOYS (GO)
VITROLAS POLIFÔNICAS (MT)
KILLER KLOWNS (MG)
Discotecagem: YAN
22h
$5 (até meia noite)
$7 (após meia noite)
ACEITA-SE GOMA CARD


Créditos:
Foto Mundo Livre S/A: Luciana Ourique
Foto Dom Capaz: Marco Nagoa
Foto Johnny Suxxx 'n' The Fuckin' Boys: divulgação
Foto Vitrolas Polifônicas: divulgação
Foto Killer Klowns: divulgação

0 comentários: