Núcleo de moda GOMA produz novo figurino do PORCAS BORBOLETAS

7/14/2009 03:30:00 PM - Hick Duarte

Disco e figurino novo para o PORCAS BORBOLETAS

Previsto para ser lançado em agosto, o segundo álbum do PORCAS BORBOLETAS marcará o início de uma nova fase da banda, que hoje figura entre as mais bem sucedidas da cena independente nacional. Toda essa visibilidade somada ao clima da produção do novo disco motivou o PORCAS a pensar ainda mais naquela que já é uma de suas preocupações artísticas mais antigas: a concepção estética. E é aí que entra o núcleo de moda do coletivo GOMA - Cultura em Movimento.

A tarefa de produzir o novo figurino do PORCAS BORBOLETAS foi de Lucas Laender e Ana Paula Rios, hoje os dois pilares do núcleo de moda GOMA. De antemão, eles puderam ouvir o novo CD da banda - que se chamará "A Passeio" - e a partir daí iniciaram o processo de criação das peças.

"Nos baseamos no nome do disco e na capa, que é minimalista. Buscamos várias palavras, vários elementos que estivessem ligados à essa ideia de passeio: pipoca, pipoqueiro, praça, cinema, bicicleta, bilhete de cinema", disse Lucas Laender, responsável pela concepção e criação das estampas. "O CD é muito forte, é bem voltado para a questão dos conflitos internos. O figurino baseado nisso sairia muito carregado, muito pesado, então optamos por explorar o lado lúdico da ideia", completou Ana Paula Rios, que assina a arte-finalização e a produção das roupas.

As peças já foram finalizadas e não devem demorar a aparecer com o PORCAS nos próximos shows. "A Passeio" é o resultado de um trabalho coletivo que reafirma toda a competência da banda em criar músicas simples e sarcásticas, ternas e ao mesmo tempo agressivas. São canções densas, que no palco inspiram uma performance dualista e irreverente, pela qual o PORCAS se caracteriza.

"Eles estão mais maduros. Limparam as arestas, deixaram a coisa mais redonda, e isso tá claro no figurino. Outro dia me mostraram algumas fotos antigas e disseram: 'esqueçam essas roupas de antes'", contou Ana Paula. "As estampas traduzem esse novo momento do PORCAS, elas são a grande sacada do figurino".

O núcleo de comunicação do GOMA acompanhou a banda nessa nova empreitada e fotografou os bastidores do processo. Veja algumas fotos:

Mais fotos aqui.

Todo o trabalho de pesquisa, criação, desenvolvimento e produção do novo figurino do PORCAS durou um mês. Parte da negociação aconteceu via GOMA Card, moeda complementar que o coletivo GOMA criou para fomentar a produção cultural independente dentro do circuito Fora do Eixo.

O serviço de produção de figurino para bandas já está disponível no núcleo de moda. Os interessados podem comparecer ao espaço GOMA de segunda a sexta, entre 13h e 18h, para falar com Ana Paula, ou enviar e-mail para coletivodemodagoma@gmail.com.

Apoio:

4 comentários:

  1. Patrícia disse...

    Goma vcs prometeram na semana passada começar uma discussao aqui sobre a cena independente foi pra abafar as criticas? cade? estamos mais sedentos por isso q pelo figurino do porcas claro um beijo e espero resposta sobre o prometido

  2. Bianca Lima disse...

    Não Patrícia ,fique tranquila que irá sim acontecer esse debate ,hora alguma a idéia de fazer isso foi para abafar ou mudar de rumo a conversa .
    Assim como esse debate é importante o figurino dos Porcas tmb!

    enfim aguarde em breve !

  3. Coletivo de Moda Goma disse...

    a produção do figurino do porcas veio muito antes dessa polêmica toda...uma coisa não anula a outra, continuamos arregaçando a manga como sempre! fique tranquila que estamos acertaando os ultimos detalhes para que essa discussão aconteceça da maneira mais organizada e proveitosa possível! O figurino do porcas é tão importânte quanto... produção cultural é isso... é pensar em todos os detalhes!

  4. lourenco disse...

    oiiiiiiiiiiiiiiiii joia q lkegal porcas de figurino novo em quem diria eles sempre tiveram um estilo totalmente alternativo agopra tao de figurino novo em esse era o amuderecimento eeee so estou perguntando porq a ideia e nova e imagina o porcas de figurinbo novo a ideia e meio estranha mas depois acostumamo s a tal ne huahuahuhuahahhua