Grito Rock Entrevistas: DCV

2/05/2010 08:16:00 PM - Goma Comunicação

Após abrirem o Grito Rock Uberlândia 2010, o DCV conversou com Marthayza Ferreira, das Mídias Integradas Uberlandenses (MIU). Na pauta, o porquê de gravar em vinil, a parceria com Gabriel Thomaz, do Autoramas, a turnê no Grito Rock América do Sul e o que, afinal de contas, significa DCV.

Confira o papo na íntegra:

DCV no #GritoRockUdi | foto: Bárbara Vaz (Inexorável/MIU)

Vocês acabaram de “inaugurar” o Grito Rock 2010. E também já tem um compacto lançado. Por que lançar em vinil quando as pessoas nem compram mais CD?
Guilherme: Olha, nosso vinil vale mais que o do Canastra! Deixe isso registrado! (obs: Guilherme achou o compacto do Canastra na banca do Goma por 15 reais. O do DCV custa 20). Pô, adoro vinil. Vinil é muito mais legal, tem dois lados, o CD só tem um. O vinil já ta na praça tem um tempo. Esse ano a gente lança um CD pra ver se vende. Vender não vende porra nenhuma. Mas se todo mundo baixar na internet, a gente vai achar legal.

Kaká: Aí todo mundo canta, né?!

Guilherme: Todo mundo canta, sabe as músicas.

O compacto foi produzido pelo Gabriel do Autoramas. Como foi trabalhar com ele?

Guilherme: O Gabriel é a pessoa mais figura do mundo. É tão fã de vinil quanto eu e é um cara engraçadíssimo. E foi legal porque a gente conheceu um lado que a gente não conhecia, porque a gente só sabe tocar. Aí tem alguém que fala “não, não faz assim, faz assado” é muito bom, alguém que já viveu esse lance todo que a gente não conhecia. Mas o próximo a gente não vai produzir com ele não. A gente mesmo vai produzir porque acho que a gente já aprendeu. (risos)

Como foi (para Kaká e Getulio) abrir o Grito Rock Uberlândia 2010?

Getúlio: Olha, tocar no DCV pra nós já é muito bom porque somos novos (na banda), a Kaká e eu...

Kaká: A gente pegou o bonde andando!

Guilherme: E ainda sentaram na janelinha!

Vocês já abriram um Jambolada (2008), abriram o Grito Rock esse ano, quais os planos para 2010?

Guilherme: a gente quer tocar na metade de um festival. Esse negócio de abrir e fechar a noite é a maior fria. (risos!) A gente quer ficar no meio, no miolo, sabe? Aí horário é legal, a gente não precisa sair correndo. A gente veio lá do “Beraba”, sabe “Beraba”? Então. O que a gente quer é continuar tocando, qualquer hora, em qualquer lugar. A gente toca sexta (05/02) em Uberaba, em Patos de Minas sábado e em Montes Claros no domingo, todos os shows no Grito Rock. E pô, rock!

E pra quem não conhece a banda, o que significa DCV afinal das contas? Dois Caras Velhos?

Zegé: Dedos com Verruga!
Guilherme: Detestamos Caetano Veloso!
Getúlio: Deus Cagou Voando!
Kaká: Dos Cabelos Vermelhos!

---

Siga a cobertura colaborativa do Grito Rock Uberlândia 2010 também pela tag #GritoRockUdi no Twitter

0 comentários: